.:Mountain Bike masculino do Brasil brilha na Costa Rica

Atletas conquistam pontos preciosos
A seleção brasileira de mountain bike masculina embarcou na última quinta-feira (23/02) para Costa Rica, na qual participou da Fecha Copa Nacional neste domingo, com a intenção de buscar pontos para o país no ranking das Nações da UCI, rumo às Olimpíadas de 2012. A prova valia pontos pela "classe 1" da UCI.

A viagem valeu à pena! O Brasil saiu como protagonista, com os 60 pontos obtidos e praticamente com o passaporte carimbado para Londres. Rubens Donizete foi o campeão da prova, com Edivando de Souza Cruz na quarta posição e Henrique Avancini na décima primeira. Somando os pontos do trio brasileiro, 93 no total.

Sobre a prova

Rubinho começou agressivo desde o início, mas não foi nada fácil devido a forte chuva que caiu na madrugada que antecedeu a prova, ocasionando muita lama no circuito. Diversas desistências foram visíveis com quebras das bikes e acidentes.

Durante as seis voltas, o piloto da casa e campeão de 2011, Paolo Montoya, ficou grudado na roda do brasileiro. Mas no finalzinho, prevaleceu a força e a garra do brasileiro. Com 1:48.41s, Rubinho cruzou a linha de chegada. Seguido por Paolo Montoya com 1:50.30s e Federíco Ramírez com 1:55.32s. O circuito tinha 4km.
Relato de Rubens Donizete

"Valeu pela torcida de todos !!!!!!!!!
Uma prova muito dura, onde a lama nos surpreendeu, já que só havíamos andado na pista seca. Nos deparamos com grandes adversários. Não posso deixar de dizer que o pessoal daqui, da Costa Rica, nos recebeu muito bem. A prova em si foi um enorme desafio, não só pelas dificuldades da pista e pela qualidade dos atletas, mas também porque eu, Henrique Avancini e Edivando De Souza Cruz, sob o comando de Ruy Avancini, tínhamos um compromisso com o Brasil, e com todos aqueles que estão na torcida para a conquista da vaga Olímpica. Juntos, somamos 93 importantes pontos, a custa de muito esforço, porém que com certeza nos deixou muito felizes. Sobre o desempenho da minha aro 29, a Big Nine, só posso dizer que estou plenamente satisfeito, é com certeza uma bike excelente, lembrando ainda que a pista era muito técnica, seu desempenho é fantástico.

Agradeço mais uma vez a torcida de todos. Ainda temos 7 etapas pela frente, esse foi um passo importante, que com certeza nos motiva a seguir, com dedicação em frente. Agradeço meu treinador Cadu Polazzo, à toda família Merida, e a todos os amigos que estão na torcida. Aproveito ainda para parabenizar Edivando, Henrique, Paolo Montoya, Lico Ramirez e à todos que participaram."

Relato de Edivando de Souza Cruz

"Pela foto já dá para ter uma idéia do que foi hoje! Prova muito dura, quase de sobrevivência, rsrsrs!
Todos os dias estavam seco, mas nesta madrugada todos foram suprenedidos por muita chuva, e largamos debaixo de chuva. A pista mudou completamente e teve muito empurra bike, tanto subindo como descendo.

Fiz uma prova no limite, do fisíco e equipamento, mas deu tudo certo, e terminei na 4ª colocação e deu para marcar uma boa pontuação no Ranking UCI. Agora vamos em frente. Está foi minha primeira prova de XCO da temporada, vamos para as próximas! Obrigado Senhor!"
Relato de Henrique Avancini - Superação

"Inacreditável a corrida de hoje na Costa Rica. Estar tão bem e acontecer tanta coisa é frustrante. Hoje foi uma corrida histórica. Aconteceu quase tudo comigo: quebrei a sapatilha esquerda em 3° no grupo da frente, fui com ela solta até o ponto de apoio; troquei por uma reserva; quebrei novamente e o mesmo pé!... depois, recuperando e em 4° lugar caí de uma ponte alta que teve sua proteção quebrada por um outro atleta e quebrei o selim e aro tubular!

Bati de peito em uma árvore e fui retirado da prova, pegaram minha bicicleta e queriam me colocar em uma maca, quando consegui levantar tomei minha bike da mão do paramédico e voltei pra pista mesmo sem deixarem... fiz quase uma volta sem selim e de roda quebrada cheguei no ponto de apoio, troquei o canote com novo selim, amarrei a sapatilha com abraçadeiras de plástico e segui na corrida, até que do nada, quebrei a gancheira de câmbio!

Impressionante... normalmente consigo poupar bem a bicicleta nessas condições, mas mesmo depois disso tudo eu sabia que naquela lama e num circuito tão perigoso, muita gente abandonaria a corrida por isso resolvi continuar, mesmo tendo que correr o circuito todo, já que assumi o compromisso pelo Brasil de buscar a vaga olímpica para Londres... consegui terminar a corrida na 11° colocação e somar pontos pro Brasil.

Rubinho Valeriano venceu a prova e Edivando Souza Cruz foi quarto... No total, somamos 93 pontos de 130 possíveis...
Tudo deu errado pra mim, mas fiz minha parte..."

Parabéns para os nossos atletas! Primeira batalha do ano até chegar em Londres.

Reconhecimento do circuito:


FONTE: http://www.pedal.com.br/mountain-bike-masculino-brilha-na-costa-rica_texto5655.html

Comente este artigo...