.:A Regulagem Perfeita

Artigos & Dicas
Altura do selim, largura do guidão, posição dos manetes, comprimento e altura da mesa influenciam na sua pedalada. Saiba o que é ideal para você


Por: Cesar Candido dos Santos



Na hora de pedalar, homem e bicicleta se transformam em um objeto único, e é fundamental que ambos estejam perfeitamente integrados para obter um bom funcionamento. Por isso, o ajuste de alguns itens da bike é muito importante.



“A regulagem incorreta de algumas partes da bicicleta causam desconforto e diminuem o rendimento. Um selim mal regulado, por exemplo, pode implicar em problemas na região pélvica e até na má circulação do sangue”, explicou Edgar Galdino, consultor técnico da Fuji Bike.

Para que tudo funcione bem, preparamos algumas dicas que devem ser adotadas na hora de regular alguns itens da bicicleta, como selim, guidão, mesa e manetes.

Altura do selim

Como as pernas fazem praticamente todo o esforço no ciclismo, a altura do selim é uma das regulagens mais importantes. Um banco muito baixo não produz a força necessária e pode sobrecarregar músculos, tendões e ligamentos. Já um selim alto diminui a eficiência da pedalada, e também pode provocar lesões após certo tempo.

Para ajustar a altura, o ciclista deve sentar no selim, deixar o pedal para baixo e apoiar o calcanhar em sua parte traseira. A perna não pode ficar totalmente estendida nem muito flexionada. Cabe ao atleta definir dentro desta pequena variação em qual posição ele se sente mais confortável, o que só poderá ser descoberto depois de alguns quilômetros pedalados.

Depois de encontrada a altura ideal, é recomendado fazer uma marcação no canote para facilitar a regulagem caso a bicicleta precise ser desmontada.

Inclinação do selim

A inclinação do selim é algo muito particular. A maioria dos ciclistas profissionais prefere deixá-los nivelados paralelos ao solo e a mesa, mas também existem aqueles que usam eles levemente apontados para baixo. O importante é não sentir nenhum desconforto ou a sensação de que está escorregando ao pedalar. Sempre que mexer na posição do selim, verifique se a altura continua correta.

Largura e altura do guidão

Geralmente, os guidões são fabricados em tamanhos que variam de 38 a 42 cm de largura. O correto é que eles tenham a mesma largura ou sejam até um pouco mais largos do que a distância entre os ombros dos atletas.

A regulagem da altura do guidão depende do modelo da bicicleta e da competição, pois afeta diretamente no perfil aerodinâmico do ciclista. Tome cuidado com o guidão muito alto, pois ele aumenta a pressão sobre o banco e provoca desconforto na região da bacia. Já um guidão muito baixo força os braços, dificulta a respiração e pode causar dores lombares.

Comprimento e altura da mesa

O comprimento da mesa é o principal responsável pelo conforto dos braços e da parte superior do corpo de um ciclista. Uma mesa muito curta pode causar dores nos ombros, enquanto uma muito baixa pode ocasionar dores nos braços e formigamentos nas mãos.

Em bicicletas de estrada, para saber se o comprimento da mesa está adequado a sua característica, coloque as mãos na parte alta do guidão. Ao pedalar, o cubo dianteiro terá que ser encoberto pelo tubo do guidão. Depois, com as mãos na parte de baixo do guidão, verifique se os joelhos e os cotovelos se tocam levemente na passagem das pernas pelo ponto mais alto da pedalada.

A altura da mesa varia com o alongamento das costas de cada um e a posição aerodinâmica. Os profissionais costumam deixar a mesa de duas a três polegadas mais baixas do que o selim. Mas lembre-se sempre: uma mesa mais alta dá mais conforto, e uma mais baixa maior aerodinâmica.

Posição dos manetes

O mais importante na hora de ajustar a regulagem dos manetes é o perfeito funcionamento dos freios. Nas mountain bikes, eles devem ficar posicionados no mesmo ângulo dos braços dos ciclistas. Já nas bicicletas de estrada a parte baixa do guidão deve estar paralela ao solo, e as alavancas dos freios ficam no meio da curva do guidão.

Comente este artigo...